AVSI COMUNICA /
Graziela Figueiredo
Coordenadora Plena de Projetos
Projeto Coelba


“Entre CDM e AVSI, já estou na casa há 16 anos. Comecei como estagiária em 1999 e, antes mesmo de finalizar meu curso, fui contratada como assistente de projeto. Éramos uma equipe de coordenação social, com uma socióloga e uma assistente social e eu fazia parte do grupo.

 

Já dentro dos projetos de eficiência, logo no comecinho, eu trabalhei na comunidade do Bairro da Paz, aqui em Salvador. Com o passar do tempo, fui recebendo promoções e hoje estou como coordenadora plena de projeto, dentro do Projeto de doações de refrigeradores, em parceria com a Coelba.

 

Além de conquistas financeiras e pessoais que qualquer trabalho pode proporcionar, o diferencial da AVSI é que você aprende para vida, aprende a lidar com pessoas, porque é isso que temos que fazer diariamente, temos que nos doar.

 

Você precisa saber como agir com o ser humano, não apenas com quem trabalha contigo, mas quem está lá fora e precisa de você. É uma experiência, vivência que a gente leva para vida toda. E isso é algo que não tenho como quantificar e qualificar, é incrível.

 

Todos os dias vivemos algo que irá nos marcar para o resto da vida. Porém houve uma história que me marcou ainda mais. Uma cliente procurou a unidade móvel e ela estava desesperada, chorava muito. Sua filha, de seis anos, estava com um grave problema de saúde e o hospital não permitia que a criança fosse cuidada em casa sem que houvesse instalações elétricas básicas e em bom funcionamento. 

 

Ela chorava muito, dizendo que precisava de dignidade e que queria a filha por perto, foi muito comovente. Eu e a equipe tentávamos consolá-la, trazer esperança e felizmente conseguimos ajudar. Assim que ela saiu da sala, eu desabei. Eu e a outra assistente social choramos muito e paramos para pensar em como uma geladeira e uma fiação elétrica muda a vida de alguém. Como a cliente disse: traz dignidade.

 

E isso é o que torna o meu trabalho gratificante: ver o sorriso do próximo por receber algo tão simples. Quando alguém me agradece, eu agradeço junto, por de alguma forma ter feito algo bom.

 

Eu não poderia querer outra coisa, eu trabalho com amor. Recebo do público tanto carinho e mensagens de felicidade, que é impossível não gostar do que faço.

 

Obrigada, AVSI, por me ensinar o significado de ser uma PESSOA MELHOR“.

 

 

 

* A história de Graziela Figueiredo é a quarta da série: O Verdadeiro Patrimônio da AVSI. Acompanhe toda terça e quinta-feira de agosto novas histórias dos nossos colaboradores. 


Compartilhe
Imprimir ou enviar por e-mail

Mais Depoimentos

 






Sede: Salvador - Bahia - Brasil / 71 3555-3355 / salvador@avsi.org - Filiais e escritórios: Ceará, Goiânia, Pernambuco, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte