AVSI COMUNICA / Notícias

CERCA DE 200 RECUPERANDOS RECEBEM FORMAÇÃO SOBRE METODOLOGIA APAC NO CHILE

Também foi possível debater atividades realizadas e os avanços na expansão do método apaqueano no país
Publicada em 18/10/2019

 

Cerca de 200 recuperandos, entre homens e mulheres, participaram de uma formação realizada pelo projeto Além das Fronteiras Brasileiras (Más Allá de las Fronteras), no início de outubro em diferentes regiões do Chile. A formação, executada pelo inspetor da APAC, Denio Marques, abordou como tema a metodologia apaqueana e o direitos humanos aplicados ao método. Além disso, também participaram da atividade representantes da Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados (FBAC) e um consultor contratado.

 

Na APAC de Punta Arenas, cidade no extremo sul do Chile, 20 homens privados de liberdade participaram da formação de recuperandos. Já a APAC feminina do Centro Penitenciário Feminino de Santiago contou com a participação de cerca de 60 recuperandas em uma formação que durou dois dias. Na APAC do Presídio de Puente Alto, mais de 100 homens participaram da atividade.

 

Segundo o representante da FBAC, Denio Marques, a formação foi extremamente significativa para o projeto e para o fortalecimento da metodologia no país. Além disso, Marques enfatizou que “foi uma experiência muito importante de intercâmbio de conhecimento. Nos animamos muito com a formação, principalmente do entusiasmo das mulheres, que foram muito participativas”.

 

Para além dos recuperandos, foi realizado um encontro com voluntários da metodologia. Cerca de 20 pessoas estiveram presentes para aprender um pouco mais sobre o funcionamento das APACs no Brasil e aprofundar o conhecimento sobre o procedimento.

 

Durante a visita, também foram realizados encontros com o capelão Daniel Dias, responsável pela APAC de Punta Arenas e com o diretor da Gendarmeria na Região de Magallanes no Chile, coronel Luis Muñoz Fuentealba, onde foram debatidas as atividades desenvolvidas na APAC e os avanços da metodologia. Na cidade de Santiago, o encontro aconteceu com o capelão nacional e presidente da Confraternidade Carcerária do Chile, Luis Mussiet, e com o capelão regional e diretor executivo da Confraternidade, Ricardo Arredondo.  

 

 

Más Allá de Las Fronteras

A iniciativa, financiada pela União Europeia, surge com o objetivo de reforçar a atuação das APACs em nível internacional. Especificamente, contribui para a criação, consolidação e fortalecimento de uma rede de organizações da sociedade civil na América Latina de cooperação internacional na promoção dos direitos humanos da população carcerária e no combate a atos de tortura, maus tratos, penas cruéis, desumanas e degradantes, a partir da experiência metodológica das APACs.

 

 

Sobre as APACs

As APACs são Organizações da Sociedade Civil que têm como objetivo a humanização das penas privativas de liberdade e a promoção dos direitos humanos das pessoas privadas de liberdade através de um trabalho voltado para sua ressocialização efetiva.

 



Links relacionados


Compartilhe
Imprimir ou enviar por e-mail
Mais Notícias

 






Sede: Salvador - Bahia - Brasil / 71 3555-3355 / salvador@avsi.org - Filiais e escritórios: Ceará, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Roraima.