AVSI COMUNICA / Notícias

CONHEçA NOSSA ATUAçãO NO TEMA DE áGUA E SEGURANçA ALIMENTAR

Os projetos contribuem para garantir o acesso de pessoas, em situações vulneráveis, a água e alimentos seguros, nutritivos e suficientes durante todo o ano, diminuindo desvios nutricionais
Publicada em 19/01/2021

 

O clima semiárido, caracterizado pela presença de longa estiagem e poucas chuvas, está presente em 11% do território nacional. São aproximadamente 982.563 quilômetros quadrados abrangendo cidades das regiões Nordeste e Sudeste que convivem diariamente com o desafio de conviver com este clima.

 

Diante dessa realidade, centenas de famílias migram para outros estados do país em busca de uma vida melhor. Em resposta a esse cenário de falta ou escassez de água e insegurança alimentar, a AVSI Brasil atua no semiárido brasileiro implementando tecnologias sociais de convivência, viabilizando água e insumos para consumo e a prática da agricultura sustentável e o acesso a alimentos saudáveis.

 

 

Nossa Atuação

 

Em 2016, através de uma parceria com a Fundação Banco do Brasil, a AVSI Brasil deu início ao projeto Jucati Sustentável, com atuação no município de Jucati, localizado no agreste meridional de Pernambuco. O projeto tinha como objetivo principal contribuir para o desenvolvimento social, ambiental e econômico da região através da promoção de práticas relacionadas à segurança alimentar, por isso, a metodologia utilizada foi a instalação e uso de sistemas de bioágua, possibilitando, para as famílias, o reuso de águas domésticas e uma destinação ambientalmente correta da água utilizada em residências.

 

Em 12 meses de projeto 22 sistemas de bioágua familiar foram construídos com a participação direta de agricultores. Também foi disponibilizado uma assistência técnica voltada ao uso e manutenção do bioágua. Além disso, houve investimento na transição agroecológica dos beneficiários através de uma assessoria que, com oficinas e atividades, abordou os conceitos e o passo-a-passo de práticas que evitassem o uso de defensivos tóxicos e campanhas educativas com foco na educação alimentar e nutricional de famílias e junto a escolas.

 

Com os resultados positivos da primeira edição e necessidade da construção de cisternas para armazenamento de água, em dezembro de 2017 foi iniciado as atividades do Jucati Sustentável 2. A segunda edição do projeto tinha como foco a necessidade da continuidade de assistência técnica para uso e manutenção dos sistemas, pois, embora já familiarizados com o sistema, foi observado que alguns beneficiários ainda sinalizavam dificuldades na operação. Além disso, o projeto também visou a produção agroecológica e a comercialização.

 

A segunda edição do projeto durou 18 meses e possibilitou a implementação de 7 cisternas (sendo 2 de primeira água e 7 de segunda água), além de 30 novos sistemas de bioágua que foram um teste para uma metodologia de transferência de conhecimento às associações do território, para que estas se apropriassem dos métodos construtivos e das técnicas para uso e manutenção do sistema, com barateamento dos custos. Por fim, compreendendo a importância de se trabalhar com as crianças, o projeto realizou também campanhas voltadas à educação alimentar e nutricional atingindo cerca de 400 crianças e outras 150 famílias.

 

Nessa realidade também surgiu a Associação Quintal verde, como uma reunião de um grupo de agricultores participantes do Projeto Jucati Sustentável, com o objetivo de atrair novos parceiros e financiadores de outras regiões, bem como estimular e fortalecer o trabalho de produção agroecológica e a comercialização de insumos. A associação deu seguimento aos passos iniciados com o projeto e garantiu a comercialização correta e rentável dos produtos cultivados nos quintais agroecológicos.

 

“O projeto significou para mim mudança, não só na minha vida, mas na vida de toda a família no aspecto financeiro e no aspecto de saúde. Hoje além da gente estar consumindo um produto de qualidade, estamos dando a oportunidade de outras famílias também consumirem, levando o nosso excedente para a feira”, conta Maria Sandreiva Silva, agricultora beneficiada pelo projeto.

 

Outro destaque nessa área de atuação foram os projetos Enel Compartilha Infraestrutura - Bioágua Familiar e Enel Compartilha Infraestrutura - Cisternas, desenvolvidos nos povoados de Morro do Chapéu e Cafarnaum (BA) entre abril de 2018 e agosto de 2019, em parceria com a Enel Green Power. Similar ao projeto Jucati sustentável, esses projetos também contribuíram para o desenvolvimento sustentável dos povoados envolvidos através da implantação de sistemas de bioágua e cisternas.

 

Ao todo foram realizados a implantação de 105 cisternas de 16 mil litros em comunidades rurais do semiárido baiano, com objetivo contribuir para que famílias tivessem acesso à água doce e aproveitamento da água da chuva. Além viabilizar a implantação de 60 sistemas de bioágua familiar, e o desenvolvimento de ações socioeducativas que fomentaram boas práticas para o cultivo agroecológico e segurança alimentar e, assim, promovendo melhorias na renda e na saúde das famílias beneficiadas.

 

Com foco na alimentação saudável e melhoria da qualidade de vida, foram desenvolvidas também oficinas de educação alimentar e nutricional ministradas pela nutricionista Débora Carvalho. “O projeto fez muita diferença na mesa das famílias e meu objetivo era ensiná-los a gastar o mínimo possível com alimentos industrializados, porque através de um levantamento feito no início das oficinas, foi constatado que eles consumiam muitos alimentos ultraprocessados”, conta a nutricionista.

 

Já o projeto Economia circular: Cisternas para o Semiárido é a iniciativa mais recente no portfólio da AVSI sobre o tema e está sendo desenvolvido em parceria com a Enel Green Power e JAP Metais. Tendo iniciado em outubro de 2020, o projeto já construiu 35 cisternas em quatro povoados da região de Morro de Chapéu (BA). Além disso, tem sido desenvolvido oficinas com orientações sobre funcionamento, manutenção e limpeza das cisternas, conscientização sobre a pandemia e atividades socioambientais com crianças. Os beneficiários também receberam doações de kits de prevenção contra COVID-19.

 

 

Agenda 2030

 

Através das iniciativas desenvolvidas visando água e segurança alimentar, a AVSI contribui para dois Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, da Agenda 2030 das Nações Unidas, sendo eles: Fome Zero e Agricultura Sustentável (ODS 2) e Água Potável e Saneamento (ODS 6).



Links relacionados


Compartilhe
Imprimir ou enviar por e-mail

 






Sede: Salvador - Bahia - Brasil / 71 3555-3355 / salvador@avsi.org - Filiais e escritórios: Ceará, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Roraima.