PROJETOS /
FICHA TÉCNICA DO PROJETO

NOME:
Segurança Alimentar e Nutricional para o Semiárido de Pernambuco (PE)

PERÍODO:
Outubro/2014 - Março/2016

PARCEIROS:
IE Garanhuns; BNDES; ISA/CTEEP; CHESF; Governo de Pernambuco – PRORURAL; CMDRS e Prefeituras Municipais de Garanhuns, Caetés, Lajedo, Jupi e Calçado; CREN

 

Incentivar a produção de alimentos através da agroecologia, reutilizar águas cinzas para impulsionar a agricultura familiar na região semiárida e gerar conhecimento sobre segurança alimentar. Esses foram os objetivos do projeto Segurança Alimentar, iniciativa executada pela AVSI Brasil e financiada pela IE Garanhuns, com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), da ISA CTEEP e da CHESF.

 

O projeto previu a instalação de 130 sistemas de bioágua familiar, tecnologia desenvolvida pelo Projeto D. Hélder Câmara. O bioágua familiar é capaz de filtrar a água utilizada nos afazeres domésticos e de higienização e reutilizá-la nos quintais produtivos. A ação buscou garantir que as famílias agricultoras pudessem utilizar a água para consumo sem abdicar dos cuidados com a sua produção. Além destas famílias, outras 70 foram beneficiadas com oficinas sobre segurança alimentar, um trabalho que também foi realizado em 40 escolas.

 

O objetivo principal foi contribuir para o desenvolvimento sustentável (social, ambiental e econômico) do semiárido de Pernambuco, através da promoção de práticas relacionadas à segurança alimentar. Incentivou práticas agrícolas locais e familiares por meio do acesso à água e da assistência técnica voltada à utilização do sistema de reutilização de água cinza e à produção agroecológica, promovendo o acesso ao conhecimento sobre educação alimentar e cultura ligada ao campo junto a crianças, adolescentes, educandos e famílias.

 

 

Público-alvo

 

A iniciativa foi desenvolvida em cinco municípios do seminário pernambucano: Caetés, Calçado, Garanhuns, Lajedo e Jupi. Todas as famílias que receberãam o bioágua tiveram também assistência técnica para que pudessem cultivar os alimentos com qualidade e se apropiar cada vez mais da agroecologia. Além disso, o Projeto provocou uma reflexão com a comunidade escolar e famílias da região sobre a importância da alimentação saudável e como é possível praticá-la cotidianamente.

 

Metodologia

 

A metodologia do projeto se baseia em princípios norteadores adotados pela Fundação AVSI e AVSI Brasil, desenvolvidos ao longo de mais de 40 anos de atuação no mundo, sendo estes:

 

  • Centralidade da pessoa;
  • Partir do positivo;
  • Fazer com;
  • Parceria.

 

Detalhes sobre os princípios norteadores podem ser encontrados na seção "Quem somos".

 

Ações realizadas

 

  • Conhecimento da realidade e parceiros locais;
  • Identificação e seleção das famílias agricultoras beneficiadas;
  • Diagnóstico do contexto local, a fim de conhecer a realidade e embasar o planejamento das atividades no que se refere à segurança alimentar nutricional;
  • Construção de 131 sistemas de bioágua familiar;
  • Assistência técnica e realização de oficinas em agroecologia para 131 famílias;
  • Assistência técnica e realização de oficinas em uso e manutenção do sistema de bioágua para 131 famílias;
  • Oficinas de Educação Nutricional para 200 famílias;
  • Campanhas de educação nutricional em 20 escolas.

 

 



Concluídos








Sede: Salvador - Bahia - Brasil / 71 3555-3355 / salvador@avsi.org - Filiais e escritórios: Ceará, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte.