PROJETOS /
FICHA TÉCNICA DO PROJETO

NOME:
Alagoinhas Sustentável: Arranjo Participativo para o Desenvolvimento (BA)

PERÍODO:
Março/2015 - Ago/2018

PARCEIROS:
União Europeia; Prefeitura de Alagoinhas

O projeto “Alagoinhas Sustentável: Arranjo Participativo para o Desenvolvimento” nasce de um conjunto de esforços do município de Alagoinhas, com forte envolvimento do terceiro setor e da iniciativa privada, para a redução da vulnerabilidade de áreas circunvizinhas a seus polos industriais – especificamente nas comunidades de Cruzeiro do Monte e Jambeiro. Essas localidades são marcadas pela precariedade da qualidade de vida e a ausência de serviços sociais básicos, que contribuem e repercutem de forma dramática na vida dos moradores, em particular nos jovens.

 

O objetivo geral do projeto é contribuir para a redução da pobreza urbana e vulnerabilidade social dos moradores do município de Alagoinhas (Bahia) através de uma iniciativa liderada pelo poder público municipal, envolvendo o terceiro setor e a iniciativa privada, para o desenvolvimento sustentável e harmônico do território e de seus habitantes.

 

O público-alvo é formado por jovens e adultos moradores das comunidades de Cruzeiro do Monte e Jambeiro, além de organizações comunitárias, autoridades locais e empresas.

 

Metodologia

 

Como primeiro pressuposto metodológico, assume-se que os principais grupos-alvo não são meros objetos do projeto, mas sujeitos, dotados de dignidade, de direitos e condições para protagonizar uma nova história de vida e relações sociais, desde que lhes sejam conferidas efetivas oportunidades e apoio da família, da comunidade, da sociedade e do Estado.

 

A metodologia também leva em consideração a suma importância de se considerar o contexto e a realidade, conforme esses se apresentam, dedicando tempo e empenho dos profissionais para mergulhares no universo das comunidades em questão.

 

A construção de parcerias, entre as organizações de sociedade civil presentes no território, as secretárias municipais e as empresas atuantes no local, se torna fundamental em busca do compartilhamento de responsabilidades para o efetivo enfrentamento do problema e para a construção conjunta das soluções.

 

 

Categorias de atividades

 

• Conhecimento da área de influência do distrito industrial;
• Definição de uma estratégia de sustentabilidade da área do distrito industrial;
• Desenvolvimento das organizações locais;
• Qualificação de moradores das comunidades beneficiadas para o mercado de trabalho.

 

 

Resultados esperados

 

  • Incremento do trabalho e da renda da população local com ênfase nos jovens e inserção no trabalho através das indústrias e seus fornecedores;
  • Melhoria das condições de vida das mulheres em situação de vulnerabilidade, considerando que 30% da população atendida nas atividades de formação profissional e inserção no mercado serão jovens mulheres;
  • Fortalecimento das organizações sociais civis atuantes na área urbana do município;
  • Instância participativa de discussão do Município, setor privado e sociedade civil implementada para promover uma estratégia de Desenvolvimento Sustentável do novo polo industrial de Alagoinhas;
  • Estratégia de regularização fundiária;
  • Iniciativas socioeducativas e desportivas incrementadas com recursos de responsabilidade social corporativa;
  • Serviços básicos melhorados com iniciativas públicas.

 

 

Resultados alcançados (2016 e 2017)

 

  • Nove estudos realizados;
  • Curso de fortalecimento para 23 organizações da sociedade civil realizado;
  • 16 organizações da sociedade civil fortalecidas através do curso de capacitação;
  • Qualificação profissional para 172 jovens/adultos concluída;
  • Pesquisa aplicada através da metodologia Stakeholder Engagement com 44 atores mapeados no município de Alagoinhas;
  • 1 seminário realizado sobre o tema responsabilidade social corporativa;
  • Diagnóstico Rápido Urbano Participativo (DRUP) realizado em 2 comunidades;
  • Construção da Unidade de Saúde em Jambeiro realizada;
  • 188 moradores certificados nos cursos de Auxiliar Administrativo (50), Assistente de Produção (26), Eletricista Predial (39), Panificação Básica (13), Salgados e Folhados (17), Armador de Ferragens (13), Carpinteiro de obras (12), Doces e Compotas (18);
  • 37 mulheres beneficiadas com o curso de Corte e Costura promovido pela multinacional parceira do projeto (Bahia Specialty Cellulose/Copener);
  • Oficina de elaboração de currículo realizada para 22 moradores das comunidades de atuação do projeto;
  • 4 reuniões realizadas com o Comitê Gestor Operacional sobre o planejamento das ações do Plano Estratégico.

 

 



Em Andamento








Sede: Salvador - Bahia - Brasil / 71 3555-3355 / salvador@avsi.org - Filiais e escritórios: Ceará, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Roraima.